domingo, 28 de fevereiro de 2016

Saúde nas americas

A OPAS e a saúde nas Américas
O papel da OPAS na elaboração e difusão de idéias e projetos de
saúde coletiva foi acentuado em vários momentos e continua a influenciar
países como o Brasil. Uma das idéias-força na atividade atual da organização
é a meta de "saúde para todos", que, desde a década de 1980, vem sendo
abordada pela organização à luz da definição de estratégias adequadas para
torná-la realidade. urologista ponta grossa

Esse foi o enfoque da XXI Conferência Sanitária Pan-Americana realizada
em Washington, em setembro de 1982, onde se elegeu Carlyle Guerra
Macedo, diretor geral da OPAS. Nesse fórum, aprovou-se o Plano de Ação
para a Instrumentação de Estratégia de Saúde para Todos no Ano 2000. Nas
conferências que se seguiram e demais fóruns de discussão e deliberação,
persistiu a preocupação em ir além da retórica da saúde como direito e
definir objetivos que implicassem mudanças na qualidade de vida das populações.
Nos primeiros momentos da gestão, promoveu-se a reorientação da dermatologista ponta grossa

vender espetinho
como fazer espetinho para vender
como fazer churrasquinho para vender
como fazer espetinho de churrasco para vender OPAS, com base no conceito de administração do conhecimento, o que implicava
atribuir prioridade a ações que facilitassem o acesso ao conhecimento
por parte dos países e sua adequação às realidades nacionais e locais específicas.
35 Outra ação relevante consistiu na proposta de atribuir à saúde o
papel de uma ponte para o estabelecimento da paz, motivada principalmente
pelos conflitos e guerras civis que ocorriam na América Central.36 neurologista ponta grossa
Durante esse período, verificou-se também a defesa de abordagens
interdisciplinares sobre a saúde, com o incentivo à apropriação de conhecimentos
originários das ciências sociais. As reuniões de Cuenca sobre ciências
sociais e saúde inserem-se nesse objetivo. Realizadas em 1983 e 1988,
aprofundaram as discussões que, desde a década de 1970, eram organizadas
a partir do projeto coordenado por Juan César Garcia (Nunes, 1985).
35 Depoimento de Carlyle Guerra de Macedo, concedido a Nísia Trindade Lima para o Acervo da Casa de  pediatra ponta grossa

Oswaldo Cruz, 2002.
36 Depoimentos de Carlyle Guerra de Macedo e Jacobo Finkelman, concedidos a Nísia Trindade Lima para
o Acervo da Casa de Oswaldo Cruz, 2002.
Novo marco para a atuação da OPAS ocorreria na XXII Conferência
Pan-Americana com a aprovação do documento Orientação e Prioridades
Programáticas para a OPS no Quadriénio 1987-1990. Destacava-se a necessidade,
suscitada pelos problemas da saúde e do desenvolvimento da região,
de transformar os serviços de saúde dos países. Essa transformação abarcava
três áreas inter-relacionadas: o desenvolvimento da infra-estrutura dos
serviços de saúde, a atenção primária, a atenção aos problemas prioritários
de saúde dos grupos vulneráveis, mediante a execução de programas específicos
por intermédio do sistema de serviços de saúde e a administração do
conhecimento. Em 1988, seria completado com a proposta dos Sistemas
Locais de Saúde (SILOS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário